segunda-feira, janeiro 04, 2010

E chegámos a 2010

Nós
O marido mudou de emprego. Há um ano a trabalhar em Aveiro como técnico de frio, arranjou uma hérnia discal, muitas cicatrizes e queimaduras. Foi um ano duro. Agora o mesmo amigo que lhe arranjou esse emprego, arranjou-lhe outra a 5 minutos de casa. Ficámos estáticos de felicidade pois este emprego embora mal remunerado é já dentro da área de engenharia e pertinho de casa. O marido começa assim o ano com um emprego menos doloroso. Depois de centenas de curricula enviados e entregues em mão, chega-se à conclusão que sem cunhas não existem empregos aqui na zona centro.


Escola
Os Magalhães-Maravilha.
Chegam os professores à escola em Setembro e perguntam pelos computadores (Não há que ter medo, muitos deles sobreviveram ao verão). E podem-se usar na sala de aula? Pode-se se for para jogar. Por quê? Simples, porque os papás durante o verão apagaram todos os conteúdos programáticos para instalarem jogos. E se os professores quiserem apagar os jogos para reinstalar os programas? Zangam-se os papás porque para estudarem os filhos têm os livros!


E se um Magalhães se estragar? O que se pode fazer? Vai-se à feira porque os ciganos vendem os Magalhães que calharam aos filhos por bom preço.


Igreja

Visitação – No campo as pessoas têm cães. Cães de guarda. No campo não há campainha nos portões. A campainha está lindinha refastelada ao lado da porta da casa, a uns metros dos portões e com cães grandes e pequenos de permeio. Os cães… os cães que nos ladram aos calcanhares, e se atiram às pernas e nós não sabemos se para morderem se apenas para assustar. Já aqui falei disto, eu sei. Mas o medo é recorrente.



2 Comments:

Blogger Ana Rute Oliveira Cavaco said...

que boas notícias. beijinhos.

04 janeiro, 2010 22:46  
Blogger Rute said...

Gostei das notícias! beijinhos

06 janeiro, 2010 18:48  

Enviar um comentário

<< Home